As 5 principais agulhas para tricotar

As agulhas são ferramentas cruciais para qualquer projeto de tricô, porém, nem todas as agulhas são iguais, nem todas servem para o mesmo propósito. Para além disso, as agulhas para tricotar diferem no tamanho, na espessura, no formato e no próprio material em que são produzidas. No que toca ao tricô, existem essencialmente 5 agulhas principais – conheça-as, escolha a que melhor se enquadra no seu trabalho e toca a tricotar!

1. Agulhas de tricô clássicas

A agulha de tricô mais popular é aquela que é comprida (entre 25 e 40 cm) e direita, com uma espessura que pode variar entre os 2,0 e os 25 mm – para além disso, existem agulhas de tricô clássicas cuja espessura é igual por todo o cumprimento e outras cuja maior espessura se encontra apenas no bico. Estas agulhas de tricot exibem numa ponta um bico e noutra uma espécie de botão que afixa a malha enquanto se está a tricotar. Em termos de materiais, as agulhas de tricô são produzidas com recurso a plástico, metal, alumínio, madeira ou bambu, sendo que algumas tornam-se assim mais leves do que outras.

2. Agulhas de tricô auxiliares

As agulhas de tricô auxiliares são exclusivamente utilizadas para fazer tranças e/ou pontos idênticos, daí também serem habitualmente conhecidas como agulhas para tranças. Produzidas em alumínio, a maioria das agulhas de tricô auxiliares tem uma dobra a meio, o que permite afixar a lã enquanto se tricotam pontos ou tranças repetidamente.

3. Agulhas de tricô de duas pontas

Tal como o próprio nome indica, estas agulhas de tricô têm duas pontas bicudas e, devido ao seu tamanho reduzido, são essencialmente utilizadas para tricotar artigos igualmente pequenos, caso das meias e luvas. Produzidas em plástico, alumínio ou madeira, estas agulhas são normalmente vendidas em grupos de quatro ou cinco, uma vez que é necessário utilizar todas para tricotar peças como luvas e meias.

4. Agulhas de tricô circulares

As agulhas de tricô circulares são compostas por duas pequenas agulhas de tricô com bico, unidas por um cabo de plástico bastante fino e são utilizadas principalmente para efetuar trabalhos de tricot circulares, ou seja, em forma de tubo. A espessura das agulhas e o comprimento do cabo difere conforme o material em que as próprias agulhas são produzidas: agulhas de tricot circulares em plástico (espessura de 8 a 15 mm | cabo com comprimento de 80 ou 100 cm); agulhas de tricot circulares em alumínio (espessura de 1.5 a 7 mm | cabo com comprimento de 30 a 250 cm); agulhas de tricô circulares em madeira/bambu (espessura a partir dos 3 mm | cabo com comprimento de 40 a 80 cm).

5. Agulhas de tricô flexíveis

Semelhantes às agulhas de tricô circulares, as agulhas de tricô flexíveis são compostas por duas pequenas agulhas de tricô com bico, unidas por um cabo de plástico fino que é rematado por uma espécie de anel ou de botão. Estas agulhas são ideais para projetos de tricot de grandes dimensões como, por exemplo, peças de vestuário ou mantas, uma vez que o facto de existir o cabo de plástico permite que a lã deslize, sem sair do sítio, enquanto se tricota.

 

Créditos imagens: 1,2,3,4,5


Comentários

Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários
Submetido por diomira@outlook.pt em
gostei

Votação

Com que frequência faz tricô?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.